Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 24 de Novembro, 2015

Fitoterapia é a utilização de vegetais em preparações farmacêutica (extratos, pomadas, tinturas e cápsulas) para auxílio ao tratamento de doenças, manutenção e recuperação da saúde. Fitoterapia vem do idioma grego e quer dizer “tratamento” (therapeia) “vegetal” (phyton). O uso de plantas medicinais na Fitoterapia vai desde as formas mais empíricas e tradicionais até as científicas.
A Fitoterapia acompanha a humanidade desde os povos primitivos, que já utilizavam plantas medicinais para curar doenças, e hoje em dia vem ganhando cada vez mais popularidade no mundo todo.
Porém, é preciso ter cautela ao utilizar a Fitoterapia, uma vez que um produto natural não significa necessariamente que seja livre de efeitos colaterais. Todos os medicamentos, inclusive os fitoterápicos, devem ser usados com orientação médica.

Salsa Parrilha


Nome Botânico: Smilax sp
Família: Liliaceae
Parte Utilizada: Raízes
Histórico:
Com a denominação salsaparrilha existem cerca de 200 espécies nacionais e estrangeiras do género Smilax difundidas pelas regiões quentes e úmidas do globo, sobretudo na América Equatorial, principalmente no México, Peru e Brasil No século XVII os espanhóis usavam as raízes deste arbusto espinhoso, supondo ter encontrado nele um remédio para a sífilis. Mas esta planta foi difundida pelo mundo através de suas propriedades depurativas e diuréticas.
Numerosas são as espécies de salsaparrilha úteis do ponto de vista medicinal, entre elas S. salsaparrilha L., que é a principal espécie, nativa da América Meridional, S. medica Schl (salsaparrilha de Vera Cruz), S. officinalis (salsaparrilha de Honduras), S. papyracea (salsaparrilha do Brasil).

Constituintes:
– Parrilina
– Similasaponina, sarsaponina
– Glicosídeos que após hidrólise se decompõem em glucose e uma sapogenina
– Amido
– Resina
– Sitosterol
– Estigmasterol
– Oxalato de cálcio
– Óleo essencial (traços).

Ação:
Sudorífica, depurativa, diurética.

Propriedades Farmacológicas
As propriedades diuréticas da salsaparrilha se explicam pela ação das saponinas
esteróidas, as quais apresentam ação osmótica direta e  uma ação indireta por
estimulação do epitélio renal.
Favorece a excreção do ácido úrico e ureia, auxiliando no tratamento de manifestações
gotosas.
Quando se observa um aumento da taxa de colesterol, a administração de salsaparrilha
faz baixar esta taxa, formando um complexo solúvel com o mesmo.

Clique em Continuar a Ler para ver o resto do artigo

(mais…)

Read Full Post »

Veja mais uma entrevista com Armando Falconi na Rádio CBN, onde ele responde diversas perguntas sobre saúde e bem estar feita pelos ouvintes:

Read Full Post »