Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 14 de Outubro, 2015

Read Full Post »

Até pouco tempo atrás, quando pensávamos em desfrutar um bom dia de sol na praia com família e amigos, logo vinha à mente todos os aparatos necessários: guarda-sol, brinquedos, uma bola e, para se proteger do sol, o tão usado hipoglós.

Quem é que não tem nos bons e velhos álbuns de família aquela foto com o hipoglós no rosto? Mas as coisas mudaram e hoje em dia quando se pensa em ir à praia, a primeira coisa que nos vem à mente é: E o protetor solar? Fator 30, 50, 70, os bloqueadores solares aumentam cada vez mais, não só no FPS, mas também no preço. Mas de onde surgiu todo esse medo do sol?

As primeiras reportagens associando exposição ao sol e câncer de pele apareceram em publicações de dermatologistas, no fim do século 19. Já em meados da década de 30, o Serviço de Saúde Pública dos Estados Unidos começou a alertar as pessoas sobre os perigos e riscos à saúde relacionados com o Sol. A partir daí, as pessoas passaram a evitar o sol do meio-dia, a cobrir a cabeça para evitar a exposição direta ao Sol e gradualmente passaram a diminuir o tempo de exposição solar, a fim de minimizar os riscos de queimaduras na pele.

Nas décadas seguintes, os estudos sobre câncer de pele e exposição excessiva ao Sol se intensificaram. Cientistas começaram a alertar a população sobre a destruição da camada de ozônio e o consequente aumento da radiação UVB no planeta e também na incidência de câncer de pele. Por essa razão, a OMS (Organização Mundial de Saúde), junto com a Agência Internacional de Pesquisa do Câncer e outros órgãos governamentais, estabeleceram o INTERSUN, a fim de discutir e adotar medidas e políticas de saúde para amenizar as doenças relacionadas com a exposição excessiva ao Sol.

(mais…)

Read Full Post »