Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Como o início do outono, assista ao video de Armando Falconi que oferece dicas e explicações sobre como manter a pele saudável mesmo em clima seco, sempre utilizando dos recursos naturais.



Read Full Post »

Alimentacao Yin Yang

Existe por vezes a idéia de que a Macrobiótica e o vegetarianismo se regem pelos mesmos princípios, o que não é verdade – o regime macrobiótico, sendo predominantemente de origem vegetal, não é necessariamente vegetariano, pois o uso de produtos animais (principalmente peixe) é aceitável. Os seus seguidores consideram-na uma alimentação adequada ao meio ambiente, acompanhando o ritmo das estações do ano e respeitando a evolução físico-psíquica e biológica de cada um, bem como o seu próprio nível de discernimento. Esta dieta tem por base as leis naturais que regem o universo e é o reflexo da ordem do universo.

Os cereais integrais, particularmente o arroz, os vegetais, as leguminosas e algas marinhas são os alimentos básicos da cozinha macrobiótica, obedecendo a sua preparação ao princípio universal Yin-Yang, adequado ao equilíbrio do Homem-Natureza e ao ritmo das estações. Outros alimentos, tais como as frutas e produtos animais, são incluídos em maior ou menor quantidade consoante a época do ano, clima, circunstância e condição ou atividade individuais. 
 
(more…)

Read Full Post »

Questão de Fé

Assista ao vídeo da metáfora “Questão de Fé” e faça reflexões positivas.

Read Full Post »

Vira-lata SIM!

Cães e gatos sem raça definida são tão inteligentes quanto os que vêm com pedigree e até mais resistentes.:

Eles estão longe de serem considerados puros, não possuem características marcantes que os diferenciem e nem se encaixam exatamente em padrões de beleza. A palavra que os classifica, associada ao hábito de revirar latas de lixo em busca de comida, aparece nos dicionários como um sinônimo de “sem classe, sem-vergonha”. Mas os cães e gatos sem raça definida (SRD) driblaram a má fama. E foi-se o tempo em que eram deixados do lado de fora das casas e relegados ao segundo escalão dos amigos de quatro patas. Segundo levantamento feito pelo Instituto Datafolha, que entrevistou 613 donos de cães na cidade de São Paulo, apenas 26% dos pets foram comprados. Estima-se, portanto, que o restante não tenha pedigree ou raça definidos. No caso dos felinos, uma pesquisa encomendada pela Comissão de Animais de Companhia, que reúne empresas do setor veterinário, aponta que quase 80% dos gatos dos lares brasileiros também estão na categoria SRD.

MENOS NOBREZA E MAIS ESPERTEZA?

Cães e gatos mestiços são tidos como mais inteligentes que a maioria dos animais de raça. E um estudo feito pela Universidade de Aberdeen e Napier, na Escócia, vem colaborar com essa teoria. A pesquisa aplicou sete testes diferentes em um grupo de 80 cães. De acordo com os profissionais envolvidos, os vira-latas apresentaram melhor noção de espaço e resolveram problemas — como procurar ossos embaixo de latas — com mais facilidade do que os colegas com pedigree. Mas a avaliação não é unânime. Daniel Guimarães Gerardi, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, por exemplo, não se entusiasma: “Os vira-latas são tão inteligentes quanto qualquer outro animal. Esse desempenho independe da raça. Está mais ligado a habilidades específicas de cada bicho”.

O quesito comportamento é outra variante a ser considerada na hora de adotar um pet mestiço. Para quem acha que eles podem ser uma fonte de confusão, a opinião de Marcelo Quinzani, do Hospital Veterinário PetCare, de São Paulo, não deixa de ser uma surpresa: “Vira-latas, principalmente os que têm um histórico de vida na rua, são mais dóceis”, ele afirma. “Isso se dá devido ao instinto de sobrevivência. Sendo mais amistosos, eles conquistam mais cuidados.” E os espertinhos são tão aptos ao adestramento quanto qualquer outro animal de estimação. Ainda está em dúvida? Pensando que pode ser um perigo levar um doce filhote para casa e vê-lo crescer demais e virar um grande problema? Pois saiba que, prestando atenção em alguns detalhes, dá para ter uma pista do porte do amigo de quatro patas que se vai adotar.

Continue a ler

Read Full Post »

Assista ao vídeo em que Armando Falconi fala sobre a metáfora “Entendimento”

Read Full Post »

Veja mais perguntas e respostas retiradas da revista: Vegetarianos, edição de Maio de 2012:

9- Atletas podem ser vegetarianos?

Sim ,aliás, o que não falta é exemplos de atletas vegetarianos e veganos, como os atletas Daniel Meyer e Brendan Brazier, o fisiculturista Derek Tresize e até o ex-pugilista Eder Jofre. “O atleta precisa garantir proteína e carboidratos de boa qualidade. O valor calórico pode ser ampliado com a inclusão de frutas secas e oleaginosas. Além disso, a dieta vegetariana equilibrada é muito rica em antioxidantes, essenciais para o atleta”, comenta Thaisa.
Para garantir proteína e carboidrato, o atleta pode combinar duas porções de arroz com uma de feijão. “Com o cereal e a leguminosa, o esportista é capaz de suprir em 80% sua necessidade de aminoácidos, que formam a proteína. O restante será completado com outros alimentos, como castanhas e hortaliças”, aponta Marta Rochele, doutora em nutrição esportiva.

Read Full Post »

Assista ao vídeo de Armanod Falconi fala sobre a mensagem “Salvo pela gentileza”

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 55 outros seguidores